Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Sensação ou realidade?

Deixe um comentário

Mais um ano se vai. Com ele, acrescenta-se um número à cronologia e reduz-se outro ao que resta de existência. Não sei se isso acontece com outros, mas tenho a sensação de que o movimento de rotação do planeta se acelerou. Não consigo fazer face aos compromissos que assumi comigo mesmo.

Menos ainda, com aqueles decorrentes da carreira e de outras atividades. Esta época, por exemplo, me sufoca diante da imposição de responder às generosas mensagens natalinas e de boas festas, sem a menor condição de atendê-las a contento. Gostaria de escrever um cartão pessoal para cada amigo ou conhecido que se lembrou de mim.

Já ocorreu de separar aqueles que merecem especial consideração e deixar passar o tempo de correria desta época para respondê-los em oportuno. Só que chegava rápido o final do ano e aquelas cartas e cartões continuavam à espera. Será que isso acontece também com outras pessoas? Ou já não sei mais administrar meu tempo? Talvez um pouco das duas coisas.

Além da quase certeza de que o mundo anda mais rápido. Resolvi relaxar. Não vou responder às mensagens este ano. Aquelas que chegaram por via eletrônica, ainda merecem resposta pronta. As outras, paciência! Passei os últimos dias a entrevistar 652 candidatos aprovados nas primeiras fases do 6º Concurso para outorga de delegações dos serviços extrajudiciais.

Manhãs e tardes tentando aferir o que levaria pessoas dos mais distantes rincões, com histórias diversas e algumas já integrantes de carreiras exitosas, a enfrentarem um certame pleno de obstáculos promovido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Experiência e tanto. Convenceu-me de que a relatividade não é apenas a contribuição de Einstein para a ciência de todos os tempos, mas um sentimento difuso que todos podemos nutrir.

O fato de não retribuir cartões não significa desapreço por muitos desses queridos amigos que se lembraram de mim. A cada um deles e às suas famílias, dedico o melhor de meu pensamento. Fica o propósito de tentar, em 2010, antecipar-me a eles e tomar a iniciativa de votos formais, pela rede virtual ou pelo velho sistema postal.

José Renato Nalini é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo e autor de “Ética Ambiental”, editora Millennium. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s