Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

O circo da octomãe

Deixe um comentário

Nadya é uma americana, mãe solteira de seis filhos que se propôs a ter mais alguns. Mediante inseminação artificial, conseguiu gerar mais oito filhos. Pela primeira vez uma gestação foi exitosa com óctuplos. Hoje eles estão com pouco mais de um ano. Alvo da mídia, há pouco a TV mostrava um dia na vida de Nadya. Inimaginável uma casa com 14 crianças! Oito delas ainda de colo, com mamadeira a cada três horas, troca de fraldas quando necessário, além das vicissitudes naturais da primeira infância: cólicas, dores de ouvido, irritações da pela, alergias, resfriados. Entrevistada por Oprah Winfrey, a “octomãe” diz-se atormentada pela exposição da mídia. Não quer ser atração circense. Mas como não ser, quando vai com seus 14 filhos a um parque público? Embora não se desconheça que esses programas são editados, algumas coisas que se viu ali são eloquentes. Primeiro, os mais velhos de certa forma estão revoltados com o número de moradores da casa. Uma das crianças gêmeas de 3 anos pisava, deliberadamente, sobre um dos bebês. Verdade que foi castigada, mas será que a menina não tem certa razão ao se sentir relegada pela mãe, que tem de dar atenção a oito crianças mais novas do que ela? Também se viu que a alimentação propiciada aos filhos está longe de ser a recomendável. Num determinado momento, Nadya se limitava a abrir latas e a despejar o conteúdo da “papinha” sobre um prato. Natural que ao menos duas das crianças arremessassem longe o prato cheio. É impressionante avaliar o que leva uma pessoa a assumir um encargo desses. Epopeia que mal teve início. Agora estão ainda ausentes os compromissos com a educação. Quem consegue acompanhar a elaboração de lições de casa com catorze filhos? Não me convenci de que isso equivalha ao desejável conceito de “maternidade responsável”. Ao contrário, pareceu-me uma temeridade. Enfatizada quando Nadya não afastou de plano a ideia de ter um 15º filho… Criar bem uma criança no mundo da incerteza e da insegurança em que se vive é um desafio hercúleo. O que não se dizer de quem se propõe a criar 14 filhos? Haja fôlego, paciência, devotamento e dinheiro!

José Renato Nalini é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo e autor de “Ética Ambiental”, editora Millennium. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s