Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

O fim do livro?

1 comentário

A disseminação de instrumentos da eletrônica e da informática destinados a propiciar a leitura virtual representa ameaça ao livro de papel? A indagação parece repetir aquelas antigamente formuladas quanto ao desaparecimento do teatro, ante o surgimento do cinema. E o anunciado fim da “sétima arte”, com o aparecimento da TV. E a queda desta, por causa da internet.

Nada disso desapareceu e também o livro terá vida longa. Se é confortável um i-pad que permite a leitura de mais de 500 obras que já caíram no domínio público, nada parece substituir o prazer de folhear um livro na cama. De sentir o cheiro do papel novo. De abrir as folhas com espátula, quando elas chegam ainda cerradas. O mundo nunca viu tantos livros. Hoje é fácil publicar. O que leva a notável romancista Lygia Fagundes Telles a afirmar que escritores abundam. O que falta é leitores!

O paradoxo é que o excesso de publicações não equivale à leitura compatível com essa infinitude editorial. O Brasil pouco ou nada lê. Que diferença verificar a população em outros países: todos com um livro, atentamente a ler nos bancos dos jardins públicos, no metrô, nos inumeráveis cafés. Aqui, se houver uma apuração atenta, verificar-se-á que os bares estão sempre cheios, desde as primeiras horas da manhã. Indivíduos de faixa etária variada tomam cerveja. Os bancos das praças são ocupados pelos “moradores de rua”. Os passageiros de ônibus ou metrô se divertem com brincadeiras muita vez estúpidas: provocam-se com empurrões, gracejos, piadas e palavras chulas.

Não há inocentes na constatação de que o País lê pouco. Os pais nem sempre se preocupam com a formação de leitores no lar. Quem é que, entre um brinquedo ou uma guloseima, prefere presentear o filho com um livro? A escola obriga a leitura como castigo, não como prazer. O livro ainda custa muito caro. Não se multiplicam as bibliotecas. Quando elas existem, a seleção dos livros não se mostra adequada a seduzir os jovens.

É importante que subsistam várias modalidades de leitura. Se a forma virtual vier a atrair a infância e se ela vier a ler mais do que hoje, seja muito bem-vinda. O livro convencional não desaparecerá. Tornar-se-á mais artístico, mais ilustrado, mais sofisticado. Que mal haverá nisso?


José Renato Nalini é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo e autor de “Ética Ambiental”, editora Millennium. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “O fim do livro?

  1. Adoro o mundo digital, admito, e muito apreciarei quando puder ter um i-pad, carregando-o na bolsa pronta para utilizá-lo como sempre fiz com livros desde a infância, lê-los onde tiver 5 minutos de folga. Ah, mas jamais abriria mão de um bom livro, folheá-lo, mergulhar nas letras, com uma lapiseira marcá-lo com meus pensamentos e observações como fosse um amigo com quem comento as opiniões. Ler é saudável, é bom para a mente e a alma, e o meio pelo qual os alimentemos de conhecimentos, a mim pouco importa. Sou apaixonada por tecnologia mas não deixo de me derreter ao entrar em uma boa livraria e passear por horas entre tantas obras que posso quase cheirar e me cativam como se ao abrir uma página eu entrasse na história. A criança de hoje talvez não compreenda esse prazer, como a criança de ontem, nós, talvez não possa entender porque a tecnologia é tão fascinante. Eu só sei que nasci no tempo certo, da transição de um passado que ainda é presente e de um futuro que vem tocando o hoje devagar… Abraços, Professor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s