Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Fraterno devotado

2 Comentários

Um dos bons filmes que os americanos produziram este ano e que ainda não chegou ao Brasil, “Conviction”, merece reflexão. É a versão cinematográfica de um episódio real. A irmã de um encarcerado, convencida de sua inocência, lutou contra a exclusão e a hipossuficiência e, durante dezoito anos, empenhou-se em provar que a condenação fora injusta. Nesse período, alfabetizou-se, fez o equivalente à madureza, ingressou na Faculdade de Direito e se formou. Tudo com o objetivo de tirar o irmão do cárcere.

A atriz Hillary Swank interpreta a protagonista dessa epopeia microscópica. Conta que se emocionou ao conhecer a aventura de uma irmã que, praticamente, direcionou sua existência a uma causa. E a uma causa nobre. Quem é que hoje ainda consegue se dedicar a uma causa? Aparentemente, a busca de grande parte da população é a sobrevivência. A qualquer custo, a qualquer preço. Nisso prepondera o egoísmo. Quantas vezes não se ouve a frase melancólica: – “Você, para mim, é problema exclusivamente seu! Inclua-me fora disso!” e outras tiradas de um humor cáustico.

Denunciador de uma era hedonista e narcisística. Cada qual voltado para o seu próprio umbigo. Mas quando se vê um fato real como o dessa irmã em luta para tirar das grades alguém que tem o seu sangue, tende-se a acreditar em Luc Ferry, para quem o mundo não está inteiramente perdido. Enquanto houver alguém disposto a empenhar a própria vida em favor de outrem, a perseguir uma causa nobre, haverá condições de crença na humanidade. Constata-se com facilidade que os valores tradicionais estão em crise ou desapareceram. Quem é que se disporia a morrer pela Pátria? Quem oferece sua vida por um ideal?

Mas ainda existe quem se proponha a fazê-lo por um filho. E, inacreditavelmente, há filhos que se dispõem a morrer por seus pais. Ao menos, estão dispostos a doar medula, um rim ou parte do fígado para salvar a vida de seus genitores. É porque não se destruiu de todo o gérmen de humanidade que há na consciência humana. Não quero contar o fim do filme, para não estragar aqueles que deverão assisti-lo. Mas não resisto a dizer que a personagem principal obteve seu intento. O irmão saiu da cadeia. E seis meses depois morreu num acidente. Para ela, valeu! Foram os seis meses mais felizes de sua vida.

José Renato Nalini é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo e autor de “Ética Ambiental”, editora Millennium. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

2 pensamentos sobre “Fraterno devotado

  1. Olá, Professor!

    Saber de histórias edificantes como a relatada faz muito bem a todos nós. Ainda existem pessoas altruístas que nos mostram os valores realmente importantes na vida.

    Há pessoas especiais e essa irmã, com certeza, é uma delas. Agiu da maneira correta, em vez de simplesmente ficar revoltada. Lutou por Justiça, apesar de todas as dificuldades, não apenas com palavras, mas com ações. O ideal de Justiça é um dos mais nobres ideais do ser humano.

    Hillary Swank, além de bela e talentosa, representa personagens marcantes com histórias (algumas vezes são estórias) comoventes.

    De fato, histórias como essa devem ser divulgadas, para que possam ser exemplo e inspirar a todos.

  2. Felicidade entender o que escreve Nobre são minutos de felicidade também o Senhor compartilha e nós estamos atento. Labutei na Faculdade de Direito para tirar eu mesmo da ignorancia que vivia sendo um menino sonhador cheguei a graduação e não me arrependo abri e encontrei um saco de flechas muito muito complexa mas onde posso ter certeza que viver é muito bom hoje estavamos juntos pintando a uma faixa da parede de uma casinha que tenho no centro e minha familia toda ajudava isso foi perfeito todos juntos num só objetivo pintar . Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s