Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Orestes Quércia

2 Comentários

A morte de Orestes foi prematura e me obriga a um acerto de contas. Não chegamos a ser contemporâneos na PUC de Campinas. Quando iniciei, ele já havia terminado o seu curso de Direito. Mas conheci-o ainda no Pátio dos Leões, quando fazia campanha para vereador. Em seguida, seu mandato coincidiu com o de Walmor Barbosa Martins, a cuja administração eu fui chamado. Mas foi na Magistratura que nos aproximamos.

Ele fora aluno do “Braguinha”, o desembargador Antonio Carlos Alves Braga e tinha o professor em elevadíssima conta. E eu fora colega e contemporâneo de José Machado de Campos Filho, que foi seu Secretário da Fazenda no governo do Estado. Durante sua gestão, eu já era juiz assessor da Presidência do TJ e nos encontrávamos com frequência.

Acompanhei Alves Braga para solicitar a cessão do Hospital da Santa Casa para se tornar o que é hoje o maior Forum Criminal do mundo, o complexo da Barra Funda. E também a fim de pedir uma sede para a recém-criada Escola Paulista da Magistratura em 1988.

Por determinação do desembargador Alves Braga, fui quem explicou ao Governador esse projeto com o qual ele se encantou. Expropriou ambos os imóveis. Talvez sejam os mais valiosos do Judiciário bandeirante. E a partir daí, sempre fui distinguido por ele com um tratamento muito especial. Tornamo-nos amigos. Frequentei sua casa, onde uma vez por ano realizava um jantar. Ao qual compareciam todos os políticos de todos os partidos. Além de um vasto círculo de amizades que só cresceu depois de ter formado linda família com a médica Alayde.

Ele tinha gestos muito generosos com todas as pessoas. O testemunho disso daria um livro. Aliás, quem foi fotógrafo do “Diário do Povo”, vereador, prefeito, deputado, Senador, Governador e presidiu um grande partido merece um livro.

Orestes Quércia como pessoa foi um homem educado, agradável, leal e solidário. Como político, teve seu nome ligado à reconquista da Democracia, do municipalismo e da ênfase conferida pelo poder à população interiorana. A Justiça paulista não teve outro governador que tenha entendido melhor quais as reais necessidades de um Judiciário que, se não recrutar bem os seus juízes, após preparo prévio e contínuo aprendizado, não chegará ao futuro com que temos o direito de sonhar.

 

José Renato Nalini é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo e autor de “Ética Ambiental”, editora Millennium. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

 

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

2 pensamentos sobre “Orestes Quércia

  1. Tenho que o Quercia foi mais um daqueles políticos corruptos que se enriqueceu enormemente às custas do Poder. Ele era pobre e morreu milionário. Como os seus biógrafos avaliam este aspecto? Porque morreu é bom? Porque foi Governador é inatacável? Gente, precisamos mudar o conceito sobre as pessoas. Estamos construindo verdadeiros falsos monumentos a que a sociedade acaba enaltecendo. Estive uma vez pessoalemnete como Quércia. Ele era na verdade simpático, como vou dizer, cativante. Mas se enriqueceu às custas do suor do povo. É justo isso?
    Então, chega de hipocrisia. Bom dia. Leonel.

  2. É bom completar dizendo que ele não pagava, conforme manda a lei trabalhista, os funcionários das suas empresas jornalísticas, que eram, para dizer o mínimo explorados. Isso não me parece nada solidário, quanto mais honesto. Foi tarde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s