Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Polytheama dá poesia

1 comentário

Os jundiaienses que já completaram meio século guardam boas recordações do Polytheama. Era um cinema charmoso. Havia matinés aos domingos e toda a criançada/juventude prestigiava os filmes do faroeste americano, entremeados com outras aventuras históricas. Do gênero “O Príncipe Valente”, “Ivanhoé” e “Quo Vadis”.

Agora o Polytheama completa seus primeiros cem anos. É importante comemorar, pois é uma referência que subsistiu, numa cidade que já destruiu ou mutilou tanta coisa. Nosso centro, que já foi bonito, perdeu sua identidade. Uma cidade que teve o privilégio de eleger um jovem prefeito  arquiteto inovador – Vasco Venchiarutti – e que possui nomes como Araken Martinho e Eduardo Carlos Pereira, apenas para citar dois de nossos maiores, teria condições de zelar melhor por sua estética.

Mas isso não vem ao caso. Lembrei-me do Polytheama a propósito do concurso de poesias instituído pela Secretaria da Cultura do Município. Há muitos poetas bissextos em Jundiaí e região. Eles poderiam participar, mostrando que um local que recebeu artistas como Benjamino Gigli e outros grandes nomes e que continua em pé, restaurado por essa maga que foi Lina Bo Bardi, é hábil a suscitar inspiração.

Pena que o concurso não tenha também acolhido crônicas, poesias, contos e outros gêneros. E que a inscrição ainda seja um pouco anacrônica: o uso do papel, quando a modalidade de inscrição eletrônica ampliaria o universo dos interessados. Os concursos que aceitam inscrição por e-mail, pela internet, atraem milhares de interessados.

Isso não impede que se prossiga nas comemorações, instituindo-se novos concursos, agora com adaptação dos requisitos às regras dos certames em curso. Por que não um concurso de contos sobre o Polytheama no twitter? Quem consegue falar sobre isso em 140 toques?

Mas quem quiser participar, tenha pressa! O prazo para as inscrições se encerra no dia 13 de junho. O regulamento pode ser obtido pelo endereço eletrônico culturapm@jundiai.sp.gov.br . Boa sorte a todos.  

José Renato Nalini é Desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo. E-mail:jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “Polytheama dá poesia

  1. Caríssimo Dr. Xará.

    Compartilho com o senhor e vossos leitores que a Academia Jundiaiense de Letras abriu concurso literário de crônicas. As inscrições vão até 27 de junho de 2011, e o resultado será divulgado no dia 28 de julho de 2011. Regulamento e outras informações no site abaixo:
    http://www.concursoliterarioajl.com.br

    Grande abraço e parabéns pelo novo livro do amigo,

    José Renato de Almeida Prado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s