Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Metade já se foi

Deixe um comentário

Meus pares do Tribunal de Justiça de São Paulo me elegeram Corregedor Geral da Justiça para o biênio 2012/2013. Fiquei feliz e, simultaneamente, apreensivo com essa escolha. Sou juiz desde 1976, fui promotor desde 1973 e sempre nutri pelos meus Corregedores um respeito absoluto. 

Cada qual com seu estilo, cada qual com seu temperamento, com sua linha de atuação. Trabalhei de perto a homens como Marcos Nogueira Garcez, Sylvio do Amaral, a quem assessorei, Antonio Carlos Alves Braga e Onei Raphael e conheci todos os que os sucederam. Nos últimos anos, o amigo Gilberto Passos de Freitas honrou a Corregedoria e já era pessoa de meu convívio, minha estima e admiração. 

Tentei fazer o melhor possível, inspirando-me nos antecessores. Deleguei autoridade correcional para inúmeros desembargadores visitarem comarcas de todo o Estado. Com isso, multiplicou-se a possibilidade de inspeção e pude desenvolver outros trabalhos com a prestimosa Equipe de Juízes Assessores. 

Estes se empenharam na atualização das Normas de Serviço da Corregedoria Geral de Justiça, adotaram a orientação da presente gestão, que é orientar, aconselhar, apoiar e, só em última instância, iniciar procedimento disciplinar. Prestou-se socorro de urgência a Varas e unidades com acúmulo de serviço. 

Todas as reclamações foram ouvidas, encaminhadas e mereceram resposta. Sensibiliza-me bastante o trabalho de resgate da autoestima do funcionário, que recebeu muito bem a série de palestras motivacionais com pessoas que se dispuseram a trocar ideias durante encontros presenciais e virtuais. 

E conferi especial devotamento à causa da regularização fundiária, que é uma política pública a ser levada a sério e que resultou na edição do Provimento 18/2012, causa da solução de inúmeros problemas de ocupação irregular em todo o Estado de São Paulo. Cheguei à metade do mandato. 

Agora tem início a metade final. A contagem regressiva rumo ao final da gestão. Continuo disponível para ouvir todas as propostas de aprimoramento da Justiça que forem factíveis. O nosso intuito é fazer do Judiciário um serviço público exemplar pela eficiência e efetividade. 

JOSÉ RENATO NALINI é Corregedor Geral da Justiça do Estado de São Paulo, biênio 2012/2013. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s