Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Rico é assim mesmo

5 Comentários

O ufanismo celebra ficções e quer provar que o Brasil nunca esteve tão bem. Talvez não seja bem assim. Quem tem juízo presta atenção ao contexto e não aos factoides. A jornalista Miriam Leitão em “O Globo” joga água na fervura ao falar sobre o que os brasileiros torram em viagens internacionais: -“Foram 23 bilhões de dólares gastos lá fora com viagens contra 6,1 bilhões de dólares que entraram no país com turistas estrangeiros.

 

Um rombo de 16,9 bilhões de dólares na conta turismo. A balança comercial registrou até novembro de 2013, 39,3 bilhões de dólares de importação de petróleo e derivados. Parte disso é combustível de 2012, que foi jogado na estatística de 2013. Como houve apenas 19,8 bilhões de dólares de exportação, o rombo do setor petróleo e derivados chegou a 19,5 bilhões de dólares no ano”. 

Não comentou o perdão da dívida de países que deixaram de honrar compromissos, mas provaram da generosidade brasileira. Empresários estão desanimados porque reina no Brasil uma espécie de cultura das bondades. Tudo deve ser provido pelo Estado. Sem trabalho, sem esforço, sem iniciativa. Sacrifício é um verbete excluído do dicionário nacional. 

O resultado é esta maravilha de economia. Everardo Maciel, ex-secretário da Receita Federal confirma – “A conjuntura não permite otimismos: inflação alta, manipulação de preços, crescimento baixo, desequilíbrio fiscal, endividamento das famílias, são males cuja superação vai requerer ciência, tempo e determinação, temperados pela boa política”.

 

Enquanto isso, a Administração Pública em geral continua a gastar com propaganda. Algo que deveria ser proibido. É como se em cada lar, a mulher tivesse de imprimir um prospecto para mostrar ao marido onde empregou o dinheiro do orçamento doméstico.
Se as obras são feitas, elas falam por si. Se o trabalho é persistente, ele é a maior propaganda. 

Mas alguém acredita que essa tendência reverta e que os detentores de qualquer parcela de poder renunciem a esse costume de fazer publicidade personalista, em nome da transparência republicana? Será que foi isso o que o constituinte quis?
São temas para discussão, muito mais importantes do que rolezinhos ou fofocas, que tomam precioso tempo da seriedade reclamada pela situação geral do Brasil. 

* JOSÉ RENATO NALINI é presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para o biênio 2014/2015. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br. Visite o blog no endereço https://renatonalini.wordpress.com e dê sua opinião sobre seus artigos.

Imagem

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

5 pensamentos sobre “Rico é assim mesmo

  1. Bela reflexão.

    Abraço,

    Nico

    [antonio]
    Este e-mail (inclusive seus anexos) é confidencial e foi enviado apenas para uso do(s) destinatário(s) acima. Se você recebeu este e-mail equivocadamente, você está sendo notificado que qualquer cópia, distribuição ou utilização é estritamente proibida. Por favor, nos informe imediatamente e destrua o original e qualquer impressão do mesmo.
    This e-mail (including any attachments) is confidential and intended only for the use of the addressee(s) named herein. If you have received this e-mail in error, you are hereby notified that any review, copying or distribution of it is strictly prohibited. Please inform us immediately and destroy the original e-mail and any printouts

  2. Concordo com o sr. presidente, com a esbórnia da tal “conta publicidade” ( o dinheiro do mensalão não veio daí ?) e principalmente sobre a futilidade do pensamento nacional. Mas não nos aflijamos mais, em junho tem copa do mundo e aí seremos todos felizes…

  3. Tudo é maquiagem … e como esse artificio, quando retirado a marca da expressão cansada, das rugas profundas, das manchas aparecem …. daí porque se recomenda não dormir com maquiagem …vale a pena conhecer, sempre, o real estado das coisas, assim, ao acordar não se leva um susto !!!!!!

  4. Oportuno. Corajoso. Eqaulibrado. Cidadão.

  5. Considerando a quantidade de cargos de confiança que há no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (cerca de 1/4 dos funcionários são possuidores de algum cargo de confiança), não creio ser o blogueiro a pessoa mais indicada para cobrar austeridade de quem quer que seja.
    Como sei que o texto será censurado, visto que o nobre blogueiro não suporta ser contrariado… resta-me o consolo de ter dito a verdade,.,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s