Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Francisco, o destemido

5 Comentários

Depois de acenar para os excluídos, invisíveis para o tradicionalismo, o Papa Francisco exorcizou a pedofilia, promoveu o ecumenismo e reatou os laços entre USA e Cuba. Mas continua a sua revolução corajosa, a enfrentar o anacronismo que fez fugir da Igreja Católica uma legião de desalentados.
Atacou a Cúria Romana, estrutura hierárquica e humana já contaminada como as demais instituições da miserável criatura prepotente e arrogante que é o homem. Não só “pôs o dedo na ferida”, mas lancetou o tumor e atingiu o seu cerne, mencionando os quinze males que acometem a administração da Igreja.

É bom lembrar a todos os cristãos, de que essas doenças podem atingir qualquer ser humano. Por isso, é preciso estar vigilante. Quais são elas?
Recapitulemos a lição pontifícia: 1. Sentir-se autossuficiente, não fazendo autocrítica, não se atualizando e não tentando melhorar; 2. Trabalhar demais sem repouso; 3. Perder a sensibilidade ‘que nos faz chorar com os que choram‘; 4. Limitar a liberdade do Espírito Santo devido ao excesso de planejamento; 5. Trabalhar sem coordenação, como ‘uma orquestra que só produz ruído‘; 6. “Alzheimer espiritual”, que atinge os que se esqueceram de seu encontro com o Senhor; 7. Fazer da aparência e dos títulos o principal objetivo da vida; 8. “Esquizofrenia existencial”: muitas vezes afeta os que trocam o serviço pastoral pela burocracia; 9. Praticar o “terrorismo da fofoca”, falando pelas costas; 10. Cortejar os superiores e honrar pessoas que não são Deus, esperando por sua benevolência; 11. Por ciúmes ou astúcia, ficar contente com a queda de alguém, em lugar de ajudá-lo; 12. Ter um “rosto fúnebre”, muitas vezes sintoma de medo. O apóstolo deve transmitir alegria por onde passa; 13. Tentar preencher o vazio existencial do coração com bens materiais; 14. Formar ‘círculos fechados‘ que buscam ser mais fortes do que o todo; 15. Querer mostrar-se mais capaz do que os outros, por meio de calúnia ou difamação.

Honestamente falando, quem é que já não cometeu algum desses pecados ou apresenta sintoma de alguma dessas enfermidades? Francisco é destemido, conquista a ira dos que preferem o clima das catacumbas e desenham um Deus vingativo, rancoroso, triste e perverso, assim como o carcomido coração deles.

JOSÉ RENATO NALINI é presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para o biênio 2014/2015. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Pope_Francis_South_Korea_2014

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

5 pensamentos sobre “Francisco, o destemido

  1. Alegria para o coração. Só com muita coragem.

  2. Caro Renato
    Como católica, creio na ação do Espírito Santo, no soprar do vento novo que move nossa Igreja e que aquece nossos corações para abrirmo-nos às novidades que traz em benefício do mundo. E todos são todos mesmo, independentemente de sua origem, credo ou condição pessoal. Papa Francisco, que é a grande novidade, o enviado de Deus para todos, não apenas para nós, católicos, está a nos surpreender a cada dia com sua simplicidade, franqueza, criatividade e dom do acolhimento. Rezemos por ele, como nos pediu, porque, certamente, sua missão não é fácil e apenas Deus sabe até onde e de que modo irá prosseguir. Deus seja louvado por quem nos enviou1

  3. Na grei dos excluídos, quiçá um pouco de fé!

  4. Jorge Mario Bergóglio, O Revolucionário, líder, carismático e armado apenas com a fé, precisará de outras armas para lutar no Vaticano e no mundo .Nas primeiras batalhas já é um vencedor; temo que a história costuma ser repetitiva e implacável.
    Quindi, solo esperança contemplativa per il miglioramento delle instituzioni filosofiche, doutrinali e religiosi.

  5. Na Paz dele, que Deus o Ilumine, com as bençãos de Deus, pois os desafios são muitos, Graça e Paz para que vença com o exemplo de humildade e simplicidade qual vem sendo sua marca desde que tornou-se Pontífice da Fé Cristã. Oro a Deus desejoso para que a simplicidade e humildade alcance meu coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s