Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Lá vem pedrada

2 Comentários

A coragem do papa Francisco ao se interessar por ecologia é um alento para a lucidez universal que vê os perigos se intensificarem, mas é uma provocação para os imediatistas. Estes são em número desproporcional aos preservacionistas. Se não fossem, a Terra não estaria na contradição de verdadeira “lata de lixo“, como bem assimilou o pontífice.

A cupidez desenfreada tenta desqualificar a preocupação com o papa. Li um editorial em que ele é acusado de utopista, ingênuo e, em seguida, de incoerente. Por que motivo a incoerência? Porque a Igreja Católica se descuida do planejamento familiar e incentiva a procriação sem limites, como se o “crescei-vos e mutiplicai-vos” não fora uma recomendação para os primórdios da povoação da Terra. O argumento é descabido, quando se constata que Francisco foi o primeiro a ter coragem de afirmar que os homens não devem “procriar como coelhos“. Isso foi recente! Recado para aqueles que povoam o mundo sem condições de propiciar saudável qualidade de vida aos seus descendentes.

A verdade é que o mundo está sendo dilapidado, maltratado, dizimados e morto por aqueles que não têm a menor sensibilidade e ridicularizam os ambientalistas. A igreja Católica, instituição bimilenar e conservadora, acordou para a calamidade que só os cegos morais e os surdos éticos não querem enxergar nem ouvir.

Já ultrapassamos o limite do tolerável. Lamente-se que as crianças, inocentes e insuscetíveis de serem responsabilizadas, serão as que mais sofrerão com nossa cumplicidade. Já não somos apenas inertes e omissos. Somos cúmplices, coautores, igualmente responsáveis pelo crime inominável e inafiançável, que é o de sepultar o futuro da humanidade. Ler a encíclica papal é urgente. Quanto aos críticos, isso é o que mais tem produzido a mediocridade, assim como os resíduos não reciclados resultam em pestilências mortais.

Fonte: Diário de S. Paulo | Data: 02/07/2015
JOSÉ RENATO NALINI é presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo para o biênio 2014/2015. E-mail: jrenatonalini@uol.com.br.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

2 pensamentos sobre “Lá vem pedrada

  1. Papa Francisco é um humanista cuja sinceridade explode para o mundo,deixando-nos por vezes atordoados. fantástico !

  2. Vossa Excelência em abril colocou aqui “um papa ecológico”, que discordei veementemente, reitero o que escrevi, fazendo coro com o Orozimbo em seu comentário pertinente e perspicaz.
    Inquestionável a liderança do venerável e carismático Sr. Mario Jorge Bergóglio com todos respeito e honrarias.
    Mas o Vaticano e o Papa ainda não descobriram o que é sustentabilidade!
    Mas quando Vossa Excelência escreve: que o Papa ao se interessar por ecologia…. fica muito mais claro e oportunamente atual que o Papa pretenda caminhar na mão correta de direção,. Esperamos que Vossa Santidade não esteja sendo conduzido e influenciado politicamente por seus colaboradores mortais como ele e como nós.
    Havemos de cuidar melhor do “Oikos”¹

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s