Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

O nome da escola

5 Comentários

Todas as escolas têm um nome. São instituições vivas, congregam acervo histórico respeitável, abrigaram sonhos, projetos pessoais, lutas e conquistas. Em regra, empresta-se à escola o nome de uma personalidade que deve ser reverenciada e homenageada. Tributo que os viventes prestam à memória dos antepassados, aqueles que permitiram que a civilização chegasse até nossos dias.

Nem sempre o Patrono da Escola é objeto dessa veneração. Embora exista uma lei estadual, a Lei 1245, de 23.12.1976, que determina se comemore nos estabelecimentos públicos do Estado o dia dos respectivos patronos. Se isso vale para “todos os estabelecimentos públicos”, maior a razão de ser da celebração nas escolas. Elas constituem a oficina do contínuo aprendizado, da transmissão do saber, da formação integral da personalidade, do treino para o trabalho e para a cidadania.

É importante que essa lei venha a ser cumprida no Estado de São Paulo. Há colégios em que a iniciativa da liderança já comemora a data. Um bom exemplo é a Escola Estadual Joaquim Vilela de Oliveira Marcondes, cujo Diretor, Alexandre Marcos Lourenço Barbosa e sua equipe, chegou a publicar revista comemorativa, enaltecendo a figura do patrono.

Se Guaratinguetá pode, outros municípios também têm condições de fazê-lo. E isso deve ser divulgado, com envolvimento da comunidade, pois a educação paulista possui uma história digna de justificado orgulho. Há muito a comemorar, a despeito das dificuldades, considerados os índices obtidos pelo alunado, estimulado por professores devotos e apaixonados por seu ofício. Tudo melhorou no aprendizado bandeirante, nada obstante o longo caminho a ser percorrido para atingir os níveis dos Países mais adiantados.

Vamos celebrar o “Dia do Patrono”, de preferência na data natalícia do homenageado, com exposições, concursos, manifestações culturais e tudo o mais que faça o alunado e o magistério ter ainda mais respeito por sua escola, o nicho de afetividade que nos prepara e que nos acompanhará por toda a nossa existência terrena.

Fonte: Diário de S. Paulo | Data: 24/03/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

5 pensamentos sobre “O nome da escola

  1. Muito bom

  2. Excelente Dr. Nalini. Essência da digna historia, com altíssimos reflexos de uma base educacional sustentável. Um detalhe muito importante, alias, possuidor de um significado brilhante e merecedor.

  3. De fato, é de suma importância relembrar a memoria de quem tanto contribuiu para uma comunidade escolar, e para a sociedade como os patronos de nossa instituições de ensino.

  4. Além de ser uma forma do alunado, dos servidores e do corpo docente atribuir valor às instalações, aos investimentos e à conservação do equipamento público. Compartilhar esse dia e a sua importância com a comunidade local que sem dúvida lutou e se engajou para que a escola fosse ali implantada complementaria o alcance social do empreendimento, tornaria perene os laços de sua existência. É o que a escola representa, enfim, por intermédio desta interação.

  5. Excelente Dr. Nalini! Que suas palavras sirvam de estímulo para todos… Parabéns e obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s