Blog do Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ex-Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. Atual Reitor da UniRegistral. Palestrante e conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Ser um pai igual ao ‘Pai’

1 comentário

O dia dos pais não tem o mesmo charme do dia das mães. Natural. A mãe é o que existe de mais sagrado na consanguinidade e na psicologia afetiva. Mãe é sagrada. Já o pai, embora hoje se reconheça a sua importância, foi sempre o segundo na preferência da criança. Não concorda? Não espero que concorde. É mera reflexão, instigação e provocação.

Não se aprende a ser pai. Faz-se o caminho a caminhar. Erro e acerto, mais erros do que acertos. Descobri a excelência de meu pai quando estava prestes a perdê-lo. Não fui o filho ideal. Reconheço que ele esperava mais de mim, principalmente em outros caminhos, que não foram os que percorri, nem os que a vida me reservou.

Hoje rendo homenagens à sua estatura moral, à sua coragem, ao seu heroísmo. Todavia, principalmente ao seu desapego, à sua modéstia e humildade. Sua resignação ante as vicissitudes. Até que não suportou a morte do caçula e se consumiu também. Em compensação, não fui o pai que gostaria de ser. Troquei o convívio mais intenso com meus filhos para conferir prioridade ao trabalho.

Nisso saí exatamente a meu pai e ao pai dele, meu avô. O dever foi um censor muito severo. Nunca troquei a obrigação pelo prazer. Se hoje me arrependo, não tenho certeza de que, fora dada a oportunidade, eu faria diferente. Tive sorte ou, como digo, recebi da Providência mais do que merecia. Meus filhos varões são excelentes pais. Companheiros, amorosos, ternos, amigos presentes.

O convívio entre meus filhos e suas filhas, minhas netas, é aquele que eu gostaria de ter experimentado com eles na época certa. Minhas netas têm mais sorte do que meus filhos. Têm pais exemplares. Paradigmas. Sabem conciliar a seriedade da vida com o essencial, que é a família. Confio no futuro dessa descendência por contar com a paternidade aberta, calorosa, generosa, companheira e franca entre pais e filhos.

Meus filhos me dão a certeza de que a Humanidade não é um projeto frustrado. São pais muito melhores do que eu fui. Essa a confiança no destino de perfectibilidade das criaturas que, sendo pais humanos, têm o compromisso de tentarem lembrar, para a sua prole e com sua conduta, o Pai criador de todos nós.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 14/08/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Ex-Secretário de Estado da Educação e Ex-Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo. Ex-Presidente e Imortal da Academia Paulista de Letras. Membro da Academia Brasileira de Educação. Atual Reitor da UniRegistral. Palestrante e Conferencista. Professor Universitário. Autor de dezenas de Livros: “Ética da Magistratura”, “A Rebelião da Toga”, “Ética Ambiental”, entre outros títulos.

Um pensamento sobre “Ser um pai igual ao ‘Pai’

  1. Belo texto Renato, independente da distancia do relacionamento entre pais e filhos, (soa familiar), o que importa é que mesmo “de longe” ele aprendeu contigo, e tornaram o que são hoje porque em algum momento ou em todo momento mesmo sem perceber você plantou o que hoje seus netos colhem.

    Att,Graziele Jesus De Almeida “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.” – Romanos 1.16 A cada dia eu te amo mais Jesus…isso me faz tão bem, atua presença é o que me basta. Date: Tue, 23 Aug 2016 14:04:49 +0000 To: grazijesus4ever@hotmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s