Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Não custa nada

2 Comentários

O ambiente pede socorro porque a crueldade é a regra. Em grande escala e também nos mínimos gestos de quem, ao passar por uma rua, arranca um galho de árvore sem se dar conta da agressão. Ou de quem continua a caminhar com seus cachorros e transformando vias públicas em banheiro pet. Como a de quem arremessa bitucas de cigarro, papeis e tudo o que parece não mais servir, para entupir os bueiros das cidades cada vez mais sujas, pichadas e abandonadas.

Mas há coisas que podem ser feitas que poderiam mudar o panorama. Estamos iniciando a primavera. As cidades ainda têm árvores com sementes que não são recolhidas e caem ao chão, destinando-se à absorção natural, sem que se cumpra a sua vocação de germinar. Por que não estimular as pessoas à recolha dessas sementes e transformá-las em mudas para o replantio? Isso poderia ser feito pelas escolas, por orientação de um professor de biologia, que ensinaria seus alunos com evidente vinculação com a realidade, se eles fossem estimulados a colher sementes, semeá-las, ver a germinação, acompanhar o crescimento e depois destiná-las a tornar as cidades menos desumanas. Formar viveiros é alguma coisa que custa pouco. Para isso existem embalagens do leite e dos sucos, as garrafas pet e tudo aquilo que vai engrossar o enorme volume dos resíduos sólidos que a sociedade produz de forma crescente e acelerada.

Formar canteiros em escolas, formar pomares, pequenos bosques dentro da escola ou nas imediações, tudo isso tornaria o zelo em relação ao ambiente muito mais do que um comando legal, mas uma prática bem-sucedida. Com a vantagem de que jovens acostumados a respeitar o ambiente com certeza também respeitariam o próximo, os bens públicos e privados e cresceriam com outra noção do que venha a ser civilidade. Nada custa despertar a criança e o jovem para a educação ambiental, com foco na ética ecológica, postura própria a uma verdadeira civilização em pleno curso ascensional.

Fonte: Diário de S. Paulo | Data: 29/09/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo.

E-mail: imprensanalini@gmail.com.

 

acorn-planting-941552_1920

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

2 pensamentos sobre “Não custa nada

  1. Excelentissimo Secretario,

    Suas palavras nos leva a uma reflexão extrema de como estamos vivendo em sociendade e se nosso comportamento esta contundente com nossa civilidade.

    A pratica da civilidade esta um tanto quanto extinta, hoje é muito comum nas escolas grandes pátios de concretos, poucas árvores e quase nada de civilidade, professores desmotivados com os descasos de seus alunos. Temos resgatar estes valores, pois de outra forma a sociedade que cresce a cada dia ficará a merce de uma sociedade sem valores, sem civilidade sem respeito ao proximo, meio ambiente e a si mesmo.

  2. Suas ideias são muito boas; agora com o ensino médio profissionalizante, seria interessante obter a colaboração dos mestres e alunos da faculdade de agronomia ensinando nas escolas estaduais (virtualmente ou presentes fisicamente) métodos sustentáveis de plantio; assim o sr. poderia alavancar a realização de seus sonhos ambientais, usando o espaço maltratado dos jardins e praças de São Paulo ( não conheço a realidade das cidades do interior), assim como os espaços ociosos nas escolas(páteos ou muros vegetalizados) e suas imediações para o renascimento ordenado do verde, seja como “paisagem floral” ou como laboratório à “agricultura sustentável”.
    Cordialmente, wilma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s