Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Quantas são as gerações?

Deixe um comentário

O que é uma geração? É o espaço de tempo correspondente ao intervalo que separa cada um dos graus de uma filiação e que é avaliado em cerca de vinte e cinco anos. Todos temos noção de que o verbete identifica o grau de filiação em linha direta. Bisavô, avô, pai e filho formam quatro gerações.Pois hoje se costuma designar cada geração por um nome que a possa distinguir das demais.

Cada qual batiza sua geração como quiser. Mas é conveniente a adoção de algum consenso mínimo, para que numa conversa se saiba, ao menos aproximadamente, daquilo que se fala ou de que se está a falar.

Para nos familiarizar com esse hábito, recorramos a Jaques Grinberg e sua classificação, muito adotada em vários círculos. Para ele, podemos designar seis gerações: veteranos, boomers, geração X, Geração Y, Geração Z e Geração Alfa.
Os veteranos são os nascidos entre 1922 e 1944. Passaram por duas guerras e como consumidores evitam parcelar, compram o que precisam e sem exageros. São conservadores e não gostam de arriscar.

Os boomers são aqueles que nasceram entre 1945 e 1965. Gostam de gastar e valorizam aparência e status. Investem em bens materiais como carro e casa e aproveitam a vida com qualidade. Há os “baby boomers”, de 1945 a 1954 e os Boomers propriamente ditos, que nasceram entre 1955 e 1964.

A Geração X nasceu entre 1960 e 1977. São informais no trabalho e valorizam a qualidade de vida. Preferem ganhar menos e levar a vida investindo em viagens e entretenimento. ]

Já os nascidos entre 1978 e 1995 formam a Geração Y. Agitados, informais, imediatistas e impacientes, acreditam em um futuro melhor e buscam mudanças. A tecnologia já foi incorporada neles e estão permanentemente conectados às redes sociais.

Quem nasceu entre 1996 e 2009 integra a Geração Z. Como a internet já existia quando nasceram, não sabem viver sem ela. Preocupam-se com o meio ambiente, sustentabilidade e muitos não acreditam nas instituições.

Depois de 2010, chegou a Geração Alfa. O nome é provisório. Alguns dizem que será a Geração M, de Mobile. Só o futuro dirá como serão! Mas quem tem contato com eles sabe que já chegam para tomar conta do coração dos pais e avós.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 16/10/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s