Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Isto também vai passar

1 comentário

É o nome do livro de Milena Busquets, jovem catalã que narra as aventuras de uma heroína que tem muito dela. Jovem, com dois filhos, divorciada, mas que mantém relacionamento fraterno com os ex-maridos, tem um amante e não se recusa a um flerte. Principalmente quando acabou de perder a mãe e sente um vínculo muito consistente entre Eros e Tanatos.

A libido é uma força muito intensa na vida da personagem. O nome do livro deriva de uma estória que a mãe contou quando Blanca – a protagonista do enredo – perdeu o pai, aos dezesseis anos. Um imperador chinês contratou os melhores filósofos para que encontrassem uma verdade indiscutível, que servisse para todo o sempre. Algo definitivo e atemporal. E os sábios, depois de algum tempo, responderam: “Isto também vai passar”.

Talvez com o intuito de serenar o tormento da filha, tão ligada ao pai – como em regra são as filhas, enquanto os filhos se ligam às mães – essa estória advertia que tudo passa. Aliás, a doutora da Igreja, Santa Teresa de Jesus, também espanhola, também dizia “Tudo passa. Só Deus não passa!”. Mas não foi ela a inspiração de Milena.

Morte e sexo estão mesclados em todo o livro. A personagem quer sublimar a partida da mãe mantendo relacionamento sexual com parceiros que já conhece e outros que ainda não conhece bem. E gosta de substâncias entorpecentes, num uso considerado normal em sua tribo. Aliás, não gostou quando perguntei se não receava que seus filhos garotos presenciassem esse consumo. Retrucou que o uso de maconha e outras drogas só acontecia enquanto as crianças dormiam.

Eu, que estava assustado por tomar conhecimento de mães que telefonam para amigos convidando para tomar vinho e “fumar muita maconha”, não entendi a reação um pouco inamistosa da escritora. O livro pode ser lido sem parar, mas não é uma obra que se queira levar para uma ilha, naqueles exercícios que nos sugerem o que seria imprescindível para uma temporada em solidão.

Só um trecho me encantou: “Quando o mundo começa a se despovoar das pessoas que nos amam, pouco a pouco vamos nos transformando em desconhecidos, ao ritmo dessas mortes”. Isso é verdade e serve para a minha aventura por este planeta, ora rumo ao inevitável.

 Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 27/10/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “Isto também vai passar

  1. Há comentarista que dizem: se você não tem nada a dizer sobre um texto que lê, talvez melhor nem escrever.
    Ele se referia ao excesso de senso crítico na redes sociais, mas que na sua essência só mostram o espelho “vazio” destes gênios.
    Quero expressar a novidade de saber que era Santa Tereza que dizia, pensava que era outra Santa.
    Não sei se chegarei à idade do Professor, mas independente disso a leitura, como um leitor passageiro, penso que a Eternidade de lá é o que mais me instiga, e, penso, que a Eternidade do que já passou é o que mais me edifica.
    Nas palavras de Cecília Meireles: “Eu canto / porque o instante existe / E a minha Vida está completa / Não sou alegre nem sou Triste / Sou Poeta / Irmã das coisa fugidias / Não alimento gozo nem Tormento / Atravesso noites e dias / No vento / Não sei se permaneço ou se me desfaço / Só sei que um dia estarei muda / Mais nada / Eu canto / Porque o instante existe…Amém.
    Lembranças e Saudade. Com carinho, ao amável e Professor Dr. Nalini.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s