Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Nem tudo é desalento

Deixe um comentário

Quem se propuser a fazer diagnóstico a respeito da situação do planeta encontrará, é certo, muito mais pessimismo do que perspectivas animadoras. Dá a impressão de que já perdemos o controle da situação e que o descalabro nos levará a um fim melancólico. O homem parece ter esquecido de que a natureza cobra pelos seus serviços e, cansada de reclamar, a Terra acabou por desistir de manter o elo vital com as demais criaturas.

Todavia, há pessoas que perseveram no carinho ao tratar do ambiente. Assim o grupo de artistas holandeses da Fiction Factory, que desenvolveram um projeto em que é possível construir uma casa em 24 horas. O projeto “WikkleHouse” usa módulos de papelão e dispensa fundação.

É três vezes mais sustentável do que as construções tradicionais. O propósito inovador usa material comum e cada segmento de 1,2 metros conta com estrutura de 24 camadas de papelão e revestimento de madeira. A edificação é à prova d’água e o módulo é flexível, podendo assumir diferentes tamanhos, de acordo com a necessidade do morador.

Outra boa notícia é a casa portátil chamada “Ecocapsul”, desenvolvida pela equipe da Nice Architect. Com a utilização de painéis de energia solar, aerogerador de energia eólica e sistema para captar e reutilizar água da chuva, o projeto oferece uma casa completamente funcional e que pode ser transportada para qualquer lugar. Suas medidas: 4,4 metros de comprimento, 2,4 metros de largura e 2,5 de altura. Espaço suficiente para dois adultos com toda a comodidade, como cama com banheiro e chuveiro. A “Ecocapsul” pode vir com rodas, para ser transportada em superfícies planas ou transportada mediante ligação com carro.

Outro bom exemplo é fornecido pela Alemanha, a nação mais acolhedora quando se trata dos refugiados. Em 2015, mais de um milhão deles encontraram abrigo entre os alemães. Tanto que na Bienal de Veneza deste ano, a Alemanha leva a exposição “MakintHeimat.Germany Arrival Country”, ou seja: “Construindo um lar. Alemanha, país de chegada”.

Nem tudo é desalento, portanto, quando se encontra projetos que evidenciam a preocupação das almas sensíveis com a natureza e com o próximo. Mais detalhes em www.wikkelhouse.com, www.ecocapsule.sk e http://makingheimat.de.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 30/10/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s