Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Todos pela educação

1 comentário

Venho repetindo, qual mantra, que a educação é direito de todos e dever do Estado e da família, em colaboração com a sociedade. O apelo destinado àqueles que ainda não participam desse projeto de Nação é para que se conscientizem de que sem educação o Brasil não se desenvolverá. Educação consistente, bem planejada e melhor executada.

Já existem passos importantes que a sociedade civil ofereceu à causa. Um deles é o movimento “Todos pela Educação”, fundado em 2006, cuja missão é contribuir para que até 2022, ano do bicentenário da Independência, o País garanta Educação Básica de qualidade para todas as crianças e jovens. Congrega pessoas de bem e de boa-fé. Apartidário, plural, despertou o interesse daqueles que podem e sabem fazer a diferença.

Produz conhecimento, fomenta e mobiliza. Desenvolve três áreas que funcionam de maneira interligada e complementar, baseada em cinco metas, cinco bandeiras e cinco atitudes. Mencionemos brevemente o conteúdo das cinco atitudes, das cinco metas e das cinco bandeiras.

As cinco atitudes são: 1) valorizar os professores, a aprendizagem e o conhecimento; 2) promover as habilidades importantes para a vida e para a escola; 3) colocar a educação escolar no dia a dia; 4) apoiar o projeto de vida e o protagonismo dos alunos; 5) ampliar o repertório cultural e esportivo das crianças e jovens.

As cinco bandeiras: a) melhoria da formação e carreira do professor; 2) definição dos direitos de aprendizagem; 3) uso pedagógico das avaliações; 4) ampliação da oferta de Educação Integral; 5) aperfeiçoamento da governança e gestão.

E as cinco metas: 1) toda criança e jovem de 4 a 17 anos deve estar na escola; 2) toda criança tem de estar plenamente alfabetizada até os 8 anos; 3) todo aluno precisa estar com aprendizado adequado ao seu ano; 4) todo jovem de 19 anos tem de estar com o Ensino Médio concluído; 5) investimento em Educação ampliado e bem gerido.

O importante do “Todos Pela Educação” é que todos, sem exceção, podem colaborar com essa verdadeira cruzada que, bem-sucedida, mudará o destino das crianças e, ao obter esse resultado, mudará os destinos da Nação. O Brasil precisa do trabalho, do esforço, do sacrifício e, principalmente, do carinho de todos.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 27/11/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

 

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “Todos pela educação

  1. Pingback: Mais duas crônicas de José Renato Nalini | Caetano de Campos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s