Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Segunda sem carne

Deixe um comentário

O pluralismo é um dos valores explicitamente acolhidos pela Constituição do Brasil ora vigente. Por isso é válido que todas as manifestações mereçam consideração e respeito. Há múltiplas concepções de vida saudável e dentre elas cabe inclusão à onda vegetariana. Se existe aquele que não pode viver sem consumir carne vermelha, há outros que não conseguem se alimentar com o sacrifício de outras vidas. Os vegetarianos propõem que em todas as escolas de São Paulo haja uma “segunda sem carne”. Ou seja: devem ser oferecidas ao aluno refeições que não levem carne em seu cardápio.

Quais os benefícios daí resultantes?

Para os vegetarianos há inúmeros. São 3,9 milhões de quilos de ácido carbônico deixados de ser emitidos na atmosfera. Isso equivale a 30,5 milhões de quilômetros rodados por um carro popular, ou seja, 762 voltas em torno da Terra. Economiza-se 1,9 bilhão de litros de água limpa, ou seja, 21 milhões de banhos de 10 minutos. Economiza-se 2,3 milhões de quilos de grãos, o suficiente para satisfazer as necessidades proteicas de 5,2 milhões de pessoas em um dia.

Se todas as escolas de São Paulo deixarem de oferecer carnes aos seus alunos, apenas às segundas-feiras, ganharão as pessoas, pois o brasileiro consome quantidade muito elevada de carne por dia. Se reduzirmos o consumo, também diminuiremos a propensão a doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, obesidade e câncer. Ganharão os animais, pois mais de 10 mil morrem por minuto no Brasil para a produção de carnes. A maior parte sofre em confinamento intensivo e mal consegue se locomover. Ganha a sociedade, pois para produzir um kg de carne são usados de 2 a 10 kg de alimentos vegetais muito nutritivos. Poderiam ser reservados para alimentar pessoas. E ganha o planeta. Incremente a segunda sem carne para deixar o carro na garagem, recicle, fecha a torneira e tire a carne do prato em casa também. Uma das ferramentas para preservação do planeta é o garfo. E a faca também!

Fonte: Diário de S. Paulo | Data: 15/12/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

 

28700738795_fa910356c6_k

FOTO: Diogo Moreira/A2IMG

 

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s