Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Tem de dar certo

1 comentário

Ninguém terá saudades de 2016. Será mesmo? Ou, daqui a um ano, estaremos a invocar estes doze meses que acabamos de encerrar, porque 2017 será ainda pior?

Ela requer protagonismo. O indivíduo precisa amadurecer e crescer. Deixar de ser a criança mimada que depende de tudo e para tudo de um “Estado-Babá” e ser o gerente de sua própria vida. Claro que muita gente não tem discernimento e precisa de uma tutela. Mas há uma legião daqueles que podem servir, num primeiro momento, de “monitores da cidadania”. Ensinar a assumir responsabilidades. A se esforçar. A aprender a conviver.

Já deu para sentir que o Estado não dá conta de suas funções. Assumiu tantas atribuições que se viu engolido pela dura e cruel realidade: o PIB não autoriza a concessão de tantos direitos. A “República dos direitos” terá de se ajustar e de viver com aquilo que vier a produzir

 

Todos podem melhorar a situação, desde que também se proponham uma fase de sacrifício. Trabalhar mais, gastar menos. Poupar recursos naturais. Plantar árvores.

Não desperdiçar água. Economizar! Só podemos ser perdulários é no investimento em esperança. Aquela virtude que não significa permanecer inerte, mas atuar, agir, se movimentar, tendo um rumo certo. O do desenvolvimento sustentável.

Não há quem não possa fazer a diferença. Penso, por exemplo, nos adultos que têm condições de auxiliar uma criança no seu letramento, na desenvoltura que ela precisa adquirir para ler, para escrever e para se exprimir.

É assim que os povos civilizados fazem. Eles sabem que educação é missão coletiva. Ninguém está excluído de uma urgência: converter o Brasil numa nação educada.

Educação humanística, sensível, apta a tornar o convívio algo mais prazeroso e menos ressentido do que hoje. É disso que o Brasil está a necessitar neste incerto 2017. A Pátria nos chama a um verdadeiro heroísmo. Tem de dar certo. Se quisermos, dará. Bom 2017 a todos!

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 01/01/2017
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

new years eve 2017

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “Tem de dar certo

  1. Pingback: Dr. José Renato Naline, poeta humanista, utopista, tecnocrata, ou tudo isso? | Caetano de Campos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s