Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

O Brasil precisa de paz

1 comentário

As pessoas sensatas – ainda existem, felizmente! – são concordes em que o Brasil precisa de serenida­de para enfrentar a violenta crise política, econômi­ca e financeira. Não é possível que o País sinalize ao capital internacional que este é um solo seguro para investimento, se continuarem as manifestações, as violências, os ressentimentos e esta ira difusa que vai desaguar em vandalismo.

Até espectadores externos detectam o clima desfavorável para a retomada do desenvolvimento.

Não só os observadores encarregados de trans­mitir um diagnóstico sério e confiável da situação, mas pensadores de outras áreas, como a literatura, por exemplo.

No livro “Homens Imprudentemente Poéticos”, o português Valter Hugo Mãe, que se baseou na “Flo­resta dos Suicidas” do Japão, procura mostrar que a lição japonesa da tolerância e do convívio entre desi­guais precisa servir de mensagem para nós todos.

“Queria que fôssemos capazes desse antagonis­mo cordial, de uma inimizade educada. Isso sempre existiu, especialmente em comunidades pequenas, no Japão ou em outras partes do mundo.

O que me choca hoje é que estamos entrando num período de um súbito extremismo, em que as pes­soas votam porque têm raiva de outro ou de uma ideia diferente da sua. ”

Não é isso o que se nota quando sem tomar co­nhecimento do que se pretende, já se começa a con­testar? Quando pessoas ditas escolarizadas incitam outras, facilmente manipuláveis, a atitudes insensatas e até ilícitas?

O que explica o gesto aparentemente insano de um pai que mata o filho por não querer que ele par­ticipe da invasão de sua faculdade? Ou de um ame­ricano que mata três filhos brasileiros? E o que falar de cunhado que mata a irmã da mulher, ex-marido ciumento a assassinar ex-esposa que já fugira dele e tantos outros gestos que evidenciam angústia, dese­quilíbrio e completa perda de uma serenidade sem a qual não se consegue aturar a crueldade da vida?

Todo aquele que não perdeu ainda a razão preci­sa se compenetrar de que gestos simples podem tran­quilizar aquele que estiver prestes a cometer um ato do qual, se sobreviver, muito se arrependerá.

Paz para o Brasil, a urgência mais urgente deste ano.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 19/01/2017
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “O Brasil precisa de paz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s