Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Chance de se reinventar

Deixe um comentário

A reforma do Ensino Médio pode ser a chance de reinvenção da escola. Todos concordam que ela não anda bem. Os alunos que chegam a essa fase intermediária foram os primeiros a detectar que o sistema atual já não funciona. Por sinal, ele perdura há séculos e nunca mereceu a unanimidade em termos de aprovação.

As aulas prelecionais já deram o que tinham de oferecer. O alunado é hoje plugado às redes sociais, não vive sem o seu celular, smartphone, tablet e o que mais vier. Obtém informações online e confia mais no seu equipamento do que no seu mestre. Aqueles que perceberam a profunda mutação cultural ocorrida nas últimas décadas não têm problema com suas classes. A maioria, infelizmente, enfrenta desinteresse, não consegue motivar o educando e assiste, impotente, a uma crescente evasão.

Permitir que o próprio aluno elabore sua trilha formativa é um passo ousado. Necessitará de um rearranjo na cabeça dos educadores. Como passar a um ensino praticamente individualizado, quando a receita é proferir a mesma aula para um coletivo que não interfere no conteúdo ministrado?

Essa é a grande barreira a ser transposta, para que o novo Ensino Médio atenda às expectativas. Mas não é impossível. Tanto que várias escolas já antecipam o eixo da reforma, oferecendo itinerários de estudo, aulas optativas e projetos de aproximação do aluno com o mercado de trabalho.

É preciso enorme esforço, dose imensa de vontade e até sacrifício para ofertar a um alunado em de­sânimo com sua Escola, novas opções de interesse. Visitas e estágios em outros lugares, que não a sala de aula, é muito atraente. Indústrias, empresas de servi­ço, jornais, televisões, hospitais, aeroporto, estações ferroviárias e rodoviárias, toda espécie de comércio, serviços, organizações não governamentais. É o mo­mento de mostrar à juventude como é a vida fora da escola.

Um desafio que poucos enfrentam é contar ao moço que as profissões com as quais hoje acenamos, não existirão mais quando ele for adulto. O ensino tem a obrigação de formar pessoas polivalentes, aptas a mudar de ramo, habilitadas a vencer obstáculos, pron­tas para a reinvenção que será um convite permanente para as gerações do amanhã.

O presente já necessita de um estudo criativo, proativo e inovador. Temos urgência em criar empre­endedores, e não será com as disciplinas hoje cons­tantes do cardápio, que teremos o resultado desse empenho.

Já sugeri e já pleiteei aos especialistas, que se sirvam dos próprios alunos youtubers, hoje em núme­ro mais do que suficiente para auxiliar a formatação de um Ensino Médio que saiba se servir de outros espa­ços e equipamentos de formação, dinâmicos, atraentes e significativos. Ensinar como uma forma de ter pra­zer, não como sacrifício, imposição, obrigação para a qual os pais têm de estar sempre atentos e vigilantes.

O professor, peça relevantíssima no processo de ensino e aprendizado, terá de assumir novo per­fil. Já não é o detentor exclusivo do conhecimento, com a chave do ensino para fazer com que o educando aprenda. Será mais um companheiro de jornada, um facilitador das descobertas que o aluno mesmo fará no decorrer do processo. O conhecimento precisará ser integrador e inovador, sem olvidar o desenvolvimento da autoestima e do autoconhecimento. Além do aluno empreendedor e proativo em busca de novas fórmulas de sobrevivência digna, ele terá de ser alertado para a urgência da construção de uma cidadania responsável e protagonista de seu próprio destino.

Essa missão conclama não apenas as escolas, mas as famílias e toda a sociedade. Não se espere uma congregação para fazer aquilo que você, como indi­víduo, pode fazer de imediato. Interessar-se pela edu­cação, aproximar-se da escola e fazer parte dessa ver­dadeira Revolução que mudará o Brasil para melhor.

Fonte: Correio Popular de Campinas | Data: 24/02/2017

JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

ensino-medio

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s