Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

O que ainda se verá

1 comentário

Somos herdeiros de múltiplas gerações. Asse­melhamo-nos àquelas árvores com as camadas super­postas que permitem aferir sua longevidade. Convi­vemos com uma cultura anciã, com hábitos de vários séculos e estamos conectados à era digital. Mas ainda não vimos tudo. A internet das coisas mal começou. E para quem pensou que ela tardaria, o susto será maior. Ela nos alcançou e mudará nossa vida.

A sigla mundial para a internet das coisas é IoT. Dis­positivos dotados de sensores serão conectados em rede. As máquinas trocarão informações e vão ajustar sua ação sem interferência humana. Estamos preparados para isso?

Não. Continuamos a ministrar uma educação anti­quada, anacrônica e com olhos e ouvidos fechados a essa realidade. Só que a vida já mudou. Já é disponível para uma escassa faixa da população, o fato de a geladeira di­zer ao supermercado quais alimentos estão acabando. O GPS do celular avisa ao ar condicionado residencial que o dono já saiu do trabalho e em quanto tempo chegará em casa. O próprio carro avisará que ele precisará trocar filtro, óleo ou qualquer outro incremento a que funcione.

É a chamada Quarta Revolução Industrial, mui­to mais impactante do que as anteriores. A indústria 4.0 combina inúmeras tecnologias. No produto vendi­do já com sensores, as empresas obterão informações de como o objeto foi utilizado, quais as soluções que precisam ser encontradas, inclusive a logística rever­sa. Ou seja: quem fabrica algo tem de ser responsável por esse bem até seu fim de ciclo utilizável. Uma so­ciedade civilizada não tem desmanche. Não há des­carte de resíduo sólido, algo que atormenta o ambiente e onera o bolso já sacrificado do cidadão.

É importante que todos tenhamos presente a ne­cessidade de estar atentos e de disponibilizar paciên­cia, interesse, curiosidade para conhecer o que virá e também fazer o possível para propiciar aos jovens o contato saudável com essa realidade que tem seus pe­rigos, é claro. Seremos governados pelas máquinas? O medo disso é maior do que o de ser governado pelo humano desprovido de ética?

Essa a reflexão que cabe a cada um de nós, os sobreviventes a essa interessante camada de épocas.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 04/05/2017

JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “O que ainda se verá

  1. Gerações Futuras

    Eu não estou preocupado com as revoluções industriais, seja a 1ª a 2ª, a 3ª ou a 4ª , o que mais me preocupa também não é saber se nós estamos ou não preparados para alguma revolução industrial, mas sim se a revolução industrial que vier tratará qual consequência para nossas gerações futuras? Por que para mim essa deve ser a nossa indagação principal? Porque as revoluções anteriores, se elas trouxeram o avanço da ciência no infinito, trouxe junto o efeito colateral, a perda de nossa identidade como família, como educação, como união de sentimentos de fraternidade, de solidariedade, de caridade, de sinceridade, de seriedade, de respeito ao próximo e de respeito a si mesmo, porque um não existe sem o outro. o que calha bem com sua última indagação: Há ética ou falta de ética nas máquinas, nos computadores, no pensamento digital? Não tenho uma resposta pronta para isso, mas de uma coisa eu sei e todos nós sabemos: por trás de cada chip, de cada inovação há uma senha, e por trás de cada uma destas senhas haverá a primeira delas, a matriz da qual todas as outras derivam e ela pode ter sido criada para o bem ou para mal. Acho que respondi sobre a imparcialidade das máquinas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s