Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Quem se arrisca?

Deixe um comentário

Poucos são os que se arriscam a um difícil exercício de futurologia. Como será a escola de amanhã? Há quem propugne até a redução do equipamento destinado a ensinar, pois o conhecimento será cada vez mais acessível e disponibilizado. Basta a curiosidade do educando para descortinar infinitas possibilidades de aprendizado.

O acervo de informações dobra a cada dezoito meses, dizem os especialistas. O difícil mesmo é filtrar esse excesso de dados, a inflação de números, assertos, teses e versões. Por isso é que o professor do amanhã precisará ser ainda mais vocacionado do que o de hoje. Ele será um orientador, um estimulador, um incentivador, um conselheiro, um cúmplice na descoberta das novidades.

O que se sabe é que tudo aquilo que hoje se oferece como cardápio para a criança e o jovem terá saído do menu do porvir, ou seja: as atividades das quais o mundo terá necessidade não têm mais ainda nome certo. Menos ainda as profissões que se encarregarão de exercê-las. Para o treino do adulto de amanhã é mais importante investir em potencialidades do que em continuar a fazer com que a memória selecione aquilo que, provavelmente, a pessoa precisaria saber. Hoje ainda se prefere “adestrar” a criança a formá-la para ser um adulto com capacidade de escolha e com autoridade crítica.

Mais do que as habilidades cognitivas, haverá necessidade de investir nas habilidades socioemocionais. Criatividade, assertividade, empatia, curiosidade, originalidade, capacidade de conviver são o que se exigirá do ser humano daqui a algumas décadas.

Fala-se, pois, que nem haverá necessidade dos equipamentos atuais, com grandes edifícios repletos de compartimentos denominados “salas de aula”. Como a tecnologia é que dominará o ambiente, a palavra de ordem é conectividade. Em qualquer espaço e em qualquer lugar, o aluno terá condições de saber o que se espera dele e a pesquisa que deverá fazer para chegar até lá.

O “mobile” é que terá múltipla utilização, assim como a inteligência artificial garantidora de que roupas, óculos, outros apetrechos “falem” entre si e com os domínios virtuais disponíveis. As “navegações” pelas mais diferentes situações serão viáveis. Tanto geográfica como no percurso do corpo humano, no tempo e no espaço, para que o penetrar em outra época se torne possível e seja proveitoso.

O alunado portará chips, será servido por lentes providas de câmeras, os exercícios serão games. A interação possibilitará um salto na criatividade e não haverá limites para a autorrealização pessoal. Todos os caminhos estão abertos para as pessoas, tanto no nível da eletrônica e da informatização, e aí têm lugar os programadores, como nos serviços cada vez mais necessários de cuidadores, produtores de mudas, preservacionistas, designers, acompanhantes, guias, companheiros para longas e curtas viagens. Pilotagem de drones, administração de big data, analistas de viagens espaciais, biohackers, profissionais da realidade virtual, mecânicos de robôs, nanotecnólogos e paramédicos.

Memória de pouco valerá, mas, em compensação, é urgente investir em boa comunicação, adaptabilidade, facilidade de aprender e de trabalhar em equipe, tolerância, paciência, compreensão e capacidade de perdoar, pois o bicho-homem continuará a ser produzido com a mesma matéria-prima falível e fissurada com que hoje vem ao mundo.

Fonte: Correio Popular Campinas| Data: 07/07/2017

JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo.

classroom-1534186

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s