Blog do Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Líderes para o século XXI

1 comentário

A única certeza neste século é a incerteza. Não há prognósticos certeiros. Tudo pode ser inesperado. Além disso, o consenso único é a absoluta falta de consenso. Ninguém é o dono absoluto da verdade. Basta uma afirmação e a negação vem a galope. A juventude precisa estar preparada para o surpreendente, para o inesperado e para o incrível.

Em tal cenário, como formar lideranças capazes de assumir os desafios de uma sociedade cada vez mais complexa? O líder não é aquele que tem brilho e sedução e atrai, em virtude disso, uma legião a segui-lo. O líder é alguém intelectualmente preparado, provido de competência emocional e social, que cuida de sua saúde e que resolveu o problema da transcendência.

O preparo intelectual não é a coleta e memorização de informações. Saber procurá-las é mais estratégico do que decorá-las. O mundo hoje sofre de inflação de informações, algo tão nocivo ou até mais do que a falta de informações.

A aprendizagem pela ação é uma turbina de preparo. Enfrentar, ousar, por a mão na massa ou pisar o chão da fábrica. O mundo não é para os covardes.

Competência emocional é saber se relacionar com outras pessoas. O mundo é o espaço da diversidade. Ninguém é igual a ninguém. Nem mesmo os gêmeos univitelinos. Por isso, o treino para a compreensão e para a tolerância é fundamental. Se conseguir o cultivo da compaixão, melhor ainda. Entender o outro, suportar suas idiossincrasias. Aprender que todos somos incompletos e irritantes. Isso facilita a vida social. Além disso, nos torna mais humildes e pacientes.

Cuidar da saúde física e mental é imprescindível. Alimentação adequada, exercício físico e relaxamento. O corpo é uma máquina que precisa e merece cuidados especiais. O líder que perde a saúde por não saber trabalhar não tem verdadeira liderança.

Por último, o verdadeiro líder não tem problemas em relação à transcendência. Milita a sua crença, ou vive tranquilo na sua descrença.

O importante é saber responder: “Por que nasci? O que se espera de mim durante estas décadas que me foi dado viver? Para onde irei quando morrer?

Quem souber manejar essas quatro dimensões tem tudo para exercer saudável liderança. E o mundo precisa cada vez mais de líderes confiáveis.

Fonte: Jornal de Jundiaí | Data: 29/05/2016
JOSÉ RENATO NALINI é secretário da Educação do Estado de São Paulo. E-mail: imprensanalini@gmail.com.

Anúncios

Autor: Renato Nalini

Secretário da Educação do Estado de São Paulo, Imortal da Academia Paulista de Letras e Membro da Academia Brasileira da Educação.

Um pensamento sobre “Líderes para o século XXI

  1. E como precisa de Lideranças!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s